Perigos escondidos nas lâmpadas de LED e a importância do descarte correto.

As lâmpadas de LED ou fluorescentes fazem parte do cotidiano das pessoas e substituíram a grande maioria das lâmpadas incandescentes presentes nas casas e estabelecimentos comerciais. O motivo é fácil: as lâmpadas fluorescentes são cerca de 95% mais econômicas que as comuns. E isso é ótimo!  Mas você sabe quais os riscos que as lâmpadas fluorescentes trazem à saúde e ao meio ambiente? É sobre isso que vamos falar neste artigo.

Substâncias perigosas – Mercúrio, cádmio e chumbo

As lâmpadas de LED são excelentes em eficiência energética, potência e tempo de vida, inclusive sendo muito superiores se comparadas às lâmpadas incandescentes. Porém, contém em sua composição componentes químicos que, em contato com o organismo e com o meio ambiente, trazem prejuízos.  

O cádmio, por exemplo, causa tosse, falta de ar, inflamação no sistema respiratório e até a morte. O mercúrio provoca insônia, falha de memória, lesões no sistema nervoso e fraqueza muscular. Além disso, o mercúrio contido nas lâmpadas pode contaminar o solo, as plantas, os animais e a água. Já o chumbo pode causar náusea, confusão mental e perda de memória.

Descarte incorreto de lâmpadas de LED

No Brasil, o comércio movimenta cerca de 100 milhões de lâmpadas por ano, trazendo grande preocupação em relação ao descarte de todo esse material, visto o potencial de poluição que acarreta ao meio ambiente e prejuízos à saúde da população.  Ao ser descartado no lixo comum, faz crescer o risco de contaminação do solo, da água, das pessoas, plantas e dos animais.

Como fazer o descarte correto de lâmpadas de LED?

O descarte de lâmpadas fluorescentes deve ser bem pensado. Em hipótese alguma esse material pode ser descartado no lixo comum devido à contaminação eminente. Procure na sua cidade empresas e serviços especializados na coleta desse tipo de material.

A Pró Ambiental possui um sistema que armazena com segurança todos os componentes das lâmpadas fluorescentes de diversos tamanhos, além de lâmpadas de bulbo de vapor de mercúrio e sódio. O sistema Bulbox funciona por meio de um processo físico químico à seco de descaracterização a partir de trituração mecânica e filtragem mecânica e química. O processo é realizado em lâmpadas fluorescente compacta, lâmpada fluorescente tubular linear e lâmpada tipo bulbo de vapor de mercúrio e sódio.

Gostaria de um orçamento para sua empresa? Clique e solicite agora mesmo, sem compromisso.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Matérias Relacionados

Qual casa ou estabelecimento nos dias de hoje não utilizam lâmpadas? Ou melhor, já pensou como se

A lâmpada de LED ou fluorescente substituiu as lâmpadas incandescentes pela sua eficiência energ

Junte-se ao grupo exclusivo de conteúdos

e receba informações com prioridade!

Top

hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh