Você sabe o que são os resíduos perigosos?

Presentes ativamente no nosso dia a dia por meio de baterias, pilhas, remédios vencidos, pneus, cartuchos de tinta, entre outros, os resíduos perigosos necessitam de uma atenção mais do que especial principalmente no momento do descarte. 

Pelo fato de apresentarem compostos químicos pesados, a destinação incorreta desses resíduos pode acarretar em sérios danos ambientais. 

Você sabe o que são os resíduos perigosos? Sabe a melhor forma de realizar a destinação? Continue lendo que te explicaremos passo a passo! 

 

Afinal, o que são resíduos perigosos?

São aqueles classificados pelo Ministério do Meio Ambiente que demonstram um grande risco tanto para a saúde pública ou para a natureza, por conta das suas características materiais químicas.

Tais resíduos podem ser inflamáveis, corrosivos, reativos, tóxicos, patogênicos, cancerígenos, teratogênicos (podem interferir no embrião ou feto) e mutagênicos (pode causar mutações).

São os tipos de materiais que, por conterem em sua composição química elementos que podem transformar e agredir o meio, devem ser tratados e destinados de maneira segura e correta.

Eles podem ser caracterizados nesses diferentes grupos específicos citados, e são completamente nocivos para a saúde e também e o bem estar social.

Quais as características dos resíduos perigosos?

Conhecer e entender as particularidades entre os resíduos perigosos é essencial para realizar uma destinação correta dos mesmos. Abaixo, listamos as cinco características mais notáveis de uma substância perigosa:

  • Reatividade: são basicamente os resíduos que possuem uma capacidade de reação muito rápida e forte para com outros elementos, podendo gerar manifestações de calor e energia. 
  • Corrosivos: são tipos de materiais altamente ácidos que podem corroer também organismos vivos.
  • Inflamabilidade: resíduos que apresentam um alto poder de combustão, podendo provocar incêndios. 
  • Patogenicidade: materiais que possuem em sua composição traços biológicos que podem resultar no surgimento de doenças. 
  • Toxicidade: como o nome sugere, são resíduos altamente tóxicos que possuem em suas estruturas biológicas a capacidade de provocar danos em organismos vivos.

 

Os resíduos perigosos são comuns no cotidiano?

Podemos facilmente encontrar diversos tipos de resíduos perigosos no nosso dia a dia. O que não necessariamente é um problema, visto que são materiais úteis para as nossas rotinas diárias. A problemática se encontra justamente quando esses resíduos são descartados de maneira errada. 

Dentre os mais presentes e recorrentes no cotidiano, podemos listar as pilhas e baterias. Em sua grande maioria, grande maioria, as pilhas possuem na composição substâncias químicas como mercúrio, cádmio e chumbo. Substâncias essas que podem apresentar risco para a saúde. 

Ademais, as lâmpadas fluorescentes também são muito comuns. Por conterem uma quantidade alta de mercúrio na composição e altamente tóxicas caso quebradas.

 

Como realizar o tratamento dos resíduos perigosos?

O sistema de logística reversa é o mais recomendado para a destinação dos resíduos. Esse processo consiste basicamente no retorno do produto do consumidor para o produtor. 

Ou seja, após o uso do material no cotidiano, o produto deve retornar para a indústria e meio comercial, sendo devidamente reciclado e reutilizado, fechando esse ciclo. 

Uma destinação correta desses tipos de resíduos é essencial para o bem estar da natureza. Principalmente por possuírem características que tornam o seu acúmulo no ambiente mais nocivo, os resíduos perigosos devem ser tratados com ainda mais atenção e seriedade. 

E precisando de serviços de destinação de resíduos? Conte com a experiência da Pró-Ambiental. Temos 15 anos de atuação no mercado que nos dão propriedade ímpar no ramo de resíduos.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Matérias Relacionados

Especialmente nos anos em que vivemos, pensar em um futuro mais sustentável é de uma importância

A incineração de resíduos é uma prática extremamente sustentável e que traz uma série de bene

A Segregação adequada dos resíduos é um assunto que ocasiona muita “dor de cabeça” para os

A Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária dispõe de regulamentos Técnicos a fim

Junte-se ao grupo exclusivo de conteúdos

e receba informações com prioridade!

Top

hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh